Arquivo do mês: julho 2009

Um autor masculino

site-poderparalelo

Maya, em Caminhos da Índia, Flora e Donatella, em A Favorita, as Helenas, de Manoel Carlos… Enquanto isso na Record, Tony e Bruno dominam a cena. A maioria das telenovelas traz uma mulher como figura central, mas Lauro César Muniz é um mestre em subverter essa “regra”.

A disputada entre organizações na novela da Record, coloca os personagens masculinos em evidência. Esta semana, vários homens dividiam uma grande mesa, usada por apenas uma mulher, a personagem de Luciana Braga. A cena foi emblemática ao imprimir a marca de Lauro César.

O autor não apenas retrata melhor os homens como também conta a história sob um olhar bem masculino. As mulheres de suas histórias circulam ao redor dos homens. Elas fazem parte da história deles, e não o contrário.

É claro que esse forte traço masculino não impede que o autor crie figuras femininas memoráveis, como podemos conferir atualmente nas personagens de Paloma Duarte e Adriana Garombone. É uma característica interessante, que o difere dos outros autores.

Poder Paralelo é uma novela com audiência morna, mas que merece ser descoberta.

Anúncios

Volta e comentários

Sei que ando afastado, postando com intervalos longos demais, e sem tempo para comentar nos demais blogs, mas prometo, mais uma vez, tentar mudar isso. Hoje venho com alguns comentários:

macaco-novela-caras-e-bocas

● Até dava tempo de estrear a próxima novela em novembro, mas os bons índices de Caras e Bocas fizeram com que a próxima novela das 19hs tenha tido o início adiado para janeiro de 2010. São 6 meses até lá. Uma novela inteira. Caras e Bocas não é de toda ruim, já vimos coisas piores, mas também não é nenhuma pérola da teledramaturgia. É uma novela correta, mas que de jeito nenhum tem trama para todo esse tempo. Resultado: deve vir muito personagem novo por aí. Essa semana já tivemos a entrada da personagem da Guilhermina Guinle e do Denis Pacheco, isso sem contar com a volta do Ary Fontoura como Jacques. Tudo bem que Walcyr Carrasco já está acostumado a esticar suas tramas, mas tanto tempo assim já é forçar a barra, e vai acabar prejudicando uma trama que já não é grande coisa.

george● Agora que o episodio final de Grey’s Anatomy já foi oficialmente ao ar no Brasil, e que a não renovação de T.R. Knight, e a conseqüente saída de George, foi confirmada, gostaria de fazer algumas considerações. Por mais que a saída do personagem tenha sido uma vontade do ator, ele certamente merecia mais consideração na última temporada em que participou. Tenho a impressão que Knight expressou sua vontade no inicio da 5º temporada, o que fez a criadora Shonda Rhimes largar seu possível envolvimento com Lexie. Em entrevista após o final da temporada, a roteirista declarou que o pouco tempo de George em cena foi intencional, para que o público não sentisse sua falta na season finale e não desconfiasse que ela era o acidentado. Papo furado. Shonda, brilhante na condução de suas tramas, deveria ter tido mais consideração por uma personagem que já foi tão querido, e um dos protagonistas da história. Faltou generosidade. A primeira coisa que um roteirista tem que saber é que a criatura às vezes fica maior que o criador.

● Tiago Santiago foi para o SBT. Notícia inesperada, mas muito boa, já que mostra que Silvio Santos quer investir na teledramaturgia do canal. Só espero que ele agora leve o projeto adiante, e não tenha mais um de seus surtos. Tiago é esforçado e tem boa visão do que agrada. Será ótimo ter mais uma emissora ganhando força na área das telenovelas. Há concorrência, e não existe nada melhor do que isso.